Bahia busca protagonismo no investimento de energias renováveis


Investir em energias renováveis tem se tornado uma tendência mundial. Somente no ano passado, o Brasil bateu recorde ao aplicar, pela primeira vez, US$ 657 milhões em energia solar, de acordo com a agência ambiental da ONU. O valor classifica o país como uma das dez potências que aposta em energias limpas e, por isso, o tema será discutido no 31º Fórum [B+], em Salvador, já que a Bahia busca protagonismo em projetos e iniciativas neste segmento. O evento será realizado na terça-feira (02.08), de 8h às 12h30, no Espaço Verde Paralela (auditório da Odebrecht).

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, mais de 180 projetos são comercializados nos leilões de energia realizados pela ANEEL. Em relação aos investimentos, considerando apenas a eólica, é de cerca de R$ 18,4 bilhões, o que movimenta a economia dos municípios, onde os parques eólicos são instalados.

Em parceria com o Governo da Bahia, a Enseada Indústria Naval também está apostando no novo negócio, para oferecer soluções integradas para os mais diversos segmentos da indústria, como o eólico e o automotivo. O Polo Industrial Enseada, implantado e licenciado no município de Maragogipe, garantirá qualidade, produtividade e engenharia de produção para empresas interessadas em expandir sua atuação no estado e no país. O investimento privado é superior a R$ 3 bilhões, dos quais R$ 2,7 já incorridos, disponibilizando capacidade industrial, portuária e logística para o Brasil.

As fontes renováveis de energia são consideradas as produções que contam com recursos inesgotáveis. Existem vários tipos, como a solar, eólica, hídrica, a de biomassa (reaproveitamento de materiais que seriam descartáveis), a geotérmica (calor interno da terra), das ondas e a das marés.

Sobre os fóruns e palestrantes

Nesta edição irão palestrar o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia, Jorge Hereda, e o secretário do Meio Ambiente do Estado da Bahia, Eugênio Spengler. Complementam as discussões o vice-presidente do Estaleiro Enseada, Guilherme Guaragna, e a advogada de Direito Ambiental, Erica Rusch, dentre outros. Os convidados terão em pauta as energias renováveis, destacando os benefícios, impactos e oportunidades.

Gratuito e para convidados, os fóruns são uma iniciativa do Grupo [B+] na capital baiana e no interior do estado. O objetivo é fomentar discussões que movimentam o mundo dos negócios, além de ampliar o networking dos participantes.

Fonte: Lume Comunicação

Comentários