Comunidade escolar do Polivalente de Maragogipe se une para resolver seus problemas


Por Zevaldo Sousa

A união faz a força e a comunidade escolar do Colégio Polivalente de Maragogipe está demonstrando que deseja resolver seus problemas.


Hoje, dia 17 de agosto, aconteceu uma manifestação no Colégio Polivalente de Maragogipe marcada pelo sentimento de abandono do Governo do Estado.

Os alunos reivindicaram segurança para a escola que atualmente se encontra desprovida de guarda e portaria.


Por este motivo, alguém invadiu a escola no sábado, dia 13 de agosto, e roubou alimentos, além de ter deixado o freezer desligado e com a porta aberta com a intenção perversa de destruir os alimentos congelados (polpas de sucos e carnes).



Sem merenda, a Direção está sendo obrigada a reduzir o horário de aula, o que está deixando o professor Mário Sá muito triste: "Estamos trabalhando para tentar normalizar a situação, mas precisamos muito que a Secretaria de Educação nos ajude neste processo e agilize os processos necessários para que a escola volte a normalidade. Confiamos no apoio da Secretaria"


Neste mesmo dia, os funcionários da limpeza da empresa terceirizada Contrate reclamaram que estão sete meses sem receber salário. Uma situação muito triste.

Tanto no Colégio Polivalente quanto no Colégio Estadual Gerhard Meyer Suerdieck os funcionários resolveram parar.

"São sete meses sem receber, como iremos alimentar nossas famílias, como pagaremos nossas dívidas. Todo mês, o governador recebe seu salário." falou uma funcionária.


O aluno Jeovane reclamou: "Queremos uma solução para esta situação. Nós não podemos ser prejudicados por este descaso."

O Colégio Estadual Polivalente de Maragogipe também precisa de apoio do Governo do Estado na conclusão da quadra poliesportiva que está com seu processo travado. São quase sete anos que a emenda da deputada Alice Portugal está travada no processo de autorização do banco. Os alunos anseiam pela prática esportiva. Necessitamos de apoio para que este projeto finalmente aconteça.

Toda a comunidade escolar resolveu abraçar esta causa em prol dos estudantes, funcionários e seguranças que realizam um trabalho essencial para que a escola funcione com paz e tranquilidade.

Educação de qualidade se conquista com atenção.

Comentários