Denúncia: Depois de deixar Cruz das Almas sem autorização, ônibus é apreendido em Maragogipe


O ônibus da AMOS preso no dia 7/9 no CSU da cidade de Cruz das Almas, no Recôncavo baiano, quando realizava atendimento sem autorização da VISA (Vigilância Sanitária) e da Secretaria de Saúde do Município, por várias irregularidades, mas principalmente por estar sem o alvará de funcionamento, teve novamente o carro apreendido no distrito de Coqueiros, em Maragogipe, na tarde desta sexta-feira (9/9). 

Vale lembrar que o ônibus interditado e preso não poderia deixar o município, mas fugiu sem autorização, após um advogado ter procurado a VISA e seu pedido de liberação ter sido negado. A Visa seguiu a orientação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Ele deve responder pelo ônibus ter deixado o município.

O veículo foi encontrado em frente a um Posto de Saúde do Distrito de Coqueiros, e por determinação do Ministério Público (MP-BA), deve ser removido para o Pátio do Complexo Policial de Cruz das Almas.

Durante entrevista ao site ATARDE, o coordenador da Visa, Luiz Azevedo, declarou que as condições do veículo eram precárias e sem higiene, e que não foram encontrados equipamentos de proteção individual para os funcionários. Além disso, não possuía dosímetro, equipamento que serve para monitorar as taxas de radiação emitidas pelas máquinas de mamografia e raio X.

A suspeita sobre a utilização do ônibus para fins eleitoreiros aumentou depois de prepostos da Secretaria de Saúde encontrarem no interior do veículo, papéis com propaganda eleitoral de candidatos da cidade de Cruz das Almas.

Fonte: Portal Cruz

Comentários