Prefeitura de Maragogipe rescinde contrato com empresa que reformaria praças do município

No mês de fevereiro deste ano (2016), publiquei matéria intitulada "Por quê a reforma e ampliação das praças Getúlio Vargas, Heráclio Guerreiro e 02 de Julho não foram finalizadas?", na época, moradores reclamaram que os trabalhos haviam sido iniciados e a empresa contratada não finalizou o serviço, deixando a população desapontada com a situação.

Na Praça Heráclio Paraguaçu Guerreiro, a obra chegou a começar. Tapumes foram colocados e as pedras do passeio chegaram a ser retiradas. As praças Getúlio Vargas e 02 de Julho até hoje esperam por essa reforma. (Veja mais fotos AQUI)

Acredito que o contrato com a empresa M E P TRANSPORTES E CONSTRUÇÃO LTDA - ME CNPJ nº07.086.711/0001-70, deveria ter sido rescindido desde o início do ano, pois as placas foram retiradas em fevereiro deste ano e a Prefeitura de Maragogipe não deu nenhuma satisfação a população maragogipana até a presente data.

No dia 26 de outubro de 2016, foi liberado recursos para a Reforma e Ampliação de Infraestrutura Turistica das Praças Getúlio Vargas e Praça Heráclio Paraguaçu Guerreiro, obra federal no valor de R$ 163.200 (Cento e sessenta e três mil e duzentos reais) que pode ser confirmado no Portal da Transparência. Até o presente momento, o Governo Federal liberou R$ 170.000 (Cento e setenta mil reais).

E no meado deste mês, finalmente, a Prefeitura publicou no Diário Oficial do Município, a rescisão com a empresa.




Qual será a próxima empresa que irá realizar tais serviços públicos? Quanto esta empresa recebeu? As três praças estão em estado pior do que foram encontradas a partir do momento em que esta empresa iniciou as tais obras.

Comentários