Rui Costa sugere apoio a legalização da maconha por baixo impacto na violência e saúde


O governador Rui Costa sugeriu em entrevista coletiva concedida ao Bahia Notícias nesta terça-feira, dia 20 de dezembro, apoio à legalização da maconha. Na avaliação do gestor, a droga não causa forte impacto na violência nem na saúde. "Se fosse uma droga leve, como a maconha, eu poderia estar aberto a defender a legalização, comercialização em estabelecimentos cadastrados, porque é nítido que a maconha não tem esse impacto do ponto de vista da violência e nem do ponto de vista da saúde", declarou Rui. 

O governador ainda comparou a maconha com outras drogas. "O maior problema nosso é a cocaína, o crack, que são drogas pesadas que debilitam e agridem fortemente a saúde", analisou. Ao comentar sobre a legalização das drogas, ele falou sobre o impacto que um direito individual pode ser sobre o coletivo. "Todas as pessoas têm o direito coletivo à paz, a circular pelas ruas sem serem agredidas, sem serem abordadas. Eventualmente você pode defender o direito de qualquer cidadão consumir o que ele quiser. O problema é quando um direito se incompatibiliza com outro", avaliou Rui.

Por Fernando Duarte

Comentários